Como não perder a marcação na micropigmentação e microblading

Um dos maiores problemas que os iniciantes em micropigmentação e microblading enfrentam é perder aquelas linhas de marcação do design, feitas com linha e lápis. Você desenha um fio, limpa o excesso de pigmento ou borrado, perde toda a marcação e começa de novo... Muitas pessoas chegam a fazer a micropigmentação sem marcação, o que é péssimo, pois fica feio, torto, perde-se todo o design das sobrancelhas. Então como não perder a marcação no microblading e micropigmentação? Listamos o passo a passo para você arrasar na micropigmentação ou microblading, sem perder o design:

  1. Limpe as linhas com cotonete e demaquilante, deixando apenas o contorno das sobrancelhas. Dê uma esculpida no desenho e arredonde o PMA, para não ficar aquele aspecto de “quina”. Com a pessoa sentada, avalie se as sobrancelhas ficaram equilibradas.
  2. Use uma tesourinha primeiro e apare os fios rente à marcação. Depois com pinças ou linha, o que for o seu método, retire os fios que estão fora do contorno. Cuidado para não cavar
  3. Reforce o desenho antes do anestésico ou da micropigmentação. Com o lápis dermatográfico preto, estique a pele da pessoa e reforce bem todo o contorno da sobrancelha.
  4. Contorno das sobrancelhas marcado com lápis

    Contorno das sobrancelhas marcado com lápis


  5. Esculpa novamente, pode até usar um microbrush daqueles de dentista para acertar os detalhes do contorno. Peça para a pessoa sentar e avalie mais uma vez se as sobrancelhas estão perfeitas e corrija o que precisar. 

    Aplicação do anestésico pode ser feita depois da marcação


  6. Com um pedaço de plástico-filme ou mesmo um saquinho para sorvete tipo sacolé / geladinho, cubra as sobrancelhas. Deixe assim por 15 minutos.
  7. Retire o plástico e limpe em volta das sobrancelhas com um algodão. Pode também batê-lo de leve nas sobrancelhas caso tenha algo nelas.
  8. Há profissionais que ainda pintam em volta das sobrancelhas com lápis dermatográfico branco e não sair do contorno marcado. Pode ser uma opção que dá mais segurança.
  9. Uma alternativa bacana é traçar alguns fios com lápis dermatográfico preto e usar como guia durante o trabalho.

    Traçar o esqueleto dos fios com lápis pode servir de guia

  10. É interessante manter a linha por perto durante a execução, assim pode marcar novamente se estiver com dúvidas.
  11. Uma questão fundamental para manter a marcação é evitar a limpeza excessiva dos pigmentos durante a micropigmentação ou microblading. Muito importante fazer um trabalho limpo! Não se deve melar o dermógrafo ou tebori no batoque, usa-se um pouquinho apenas de pigmento, de maneira que você enxergue a ponta da agulha e veja o pigmento saindo na pele


  12. Outra coisa que ajuda muito a manter a marcação é desenhar primeiro um esboço da sobrancelha, o esqueleto com os fios maiores e só então fazer o acabamento.
  13. O mais importante: regule a ponteira do seu dermógrafo ou tebori, não importa qual seja – Easy Click ou separada – de modo que fique de 2 mm a 3 mm de agulha para fora. Jamais encoste a biqueira na pele, é isso que causa o borrado, pois acaba soltando muito pigmento. Sempre precisa ter um espaço entre a ponteira e a pele.
  14. A micropigmentação é feita apenas na primeira camada da pele, por isso o que importa é o quanto de agulha vai entrar! Essa camada tem de 1 mm a 2mm, depende da pele: fina, com mais colágeno, idosa... Treine bastante e descubra qual medida te atende melhor, mas costuma ser de 1 a 1,5 mm que se deixa entrar de agulha.
  15. Por fim, atente-se à textura do pigmento. Se for muito líquido, ele vaza mais e acaba sujando. Aí você tem que ir testando de acordo com as agulhas e lâminas que utiliza. De todos os modos, com um espaço maior de agulha para fora, sem encostar a ponta do dermógrafo ou tebori na pele, você consegue controlar melhor a quantidade que sai de pigmento.